Ecommerce na primeira página do Google: 7 Técnicas Infalíveis

Ter um ecommerce na primeira página do Google é o mesmo que garantir dinheiro no bolso todos os dias, mesmo quando você e seus colaboradores estão dormindo.

Esse é o desejo de todos basicamente e existem caminhos que podem ser seguidos para conquistar a tão sonhada primeira página do Google.

Imagina só conseguindo fazer seus produtos posicionarem nas primeiras páginas, isso é sucesso garantido e empresas gigantes investem pesado para conquistar as primeiras posições.

No entanto, você sabia que é possível brigar pelas primeiras posições do Google com empresas maiores que a sua?

Antes de qualquer coisa, precisamos entender por meio de números o tamanho real da importância de estar bem posicionado.

Para você ter uma ideia ainda mais clara, uma pesquisa foi recentemente realizada pela Smart Insights e acaba de revelar que 39,8% de cliques acontecem na primeira posição do Google.

Enquanto na segunda posição temos 18,7% da taxa de cliques e logo na terceira posição temos uma média de 10,2% dos cliques.

Conseguir a tão sonhada primeira página do Google não é uma tarefa fácil, estar na primeira posição na primeira página do Google é uma tarefa ainda mais difícil.

No entanto, com as técnicas certas, além de encurtar o caminho, conseguimos nos manter de forma sólida nas primeiras posições.

É justamente sobre isso que falaremos hoje, daremos o verdadeiro “pulo do gato” para que você consiga ter seu e-commerce na primeira página do Google.

Como colocar um o Ecommerce na primeira página do Google?

Quando queremos colocar um ecommerce na primeira página do Google, precisamos entender sobre técnicas de SEO para os mecanismos de pesquisa.

O mecanismo de busca mais usado do mundo até hoje é o Google, então seus esforços devem estar voltados para este buscador tão requisitado.

O Google possui fatores que eles usam de forma automática através de uma inteligência artificial que consegue ler um site completo e obviamente os novos conteúdos postados.

Existem milhares de fatores que podem fazer um site posicionar, mas não precisamos nos prender a todos eles, pois alguns detalhes são mais importantes que outros.

Uma só metodologia pode encurtar todo o caminho para posicionar um produto do seu e-commerce, ela é conhecida como Google ADS, onde é possível entrar em um leilão e posicionar o Ecommerce na primeira página do Google pagando por isso.

Apesar de essa ferramenta garantir o seu posicionamento, “brigar” em um leilão de anúncios encarece o seu Marketing e nunca deverá ser a única e principal estratégia de conseguir novos clientes.

Isso porque os anúncios estão ficando cada vez mais caros e a porcentagem de cliques de um anúncio é muito menor do que a de um produto ou conteúdo que está nas primeiras posições organicamente, ou seja, gratuitamente usando técnicas de SEO.

Como conquistar a primeira página do Google?

Como falamos anteriormente, a posição de ecommerce na primeira página do Google é determinado por vários fatores, e otimizar o seu site para estar nas primeiras posições requer esforço.

Com trabalho contínuo de otimização para os mecanismos de busca, também conhecida como técnicas de SEO ou Search Engine Optimization, é possível se destacar da concorrência.

Embora não exista uma fórmula mágica pronta garantida, existem técnicas que podem ser aplicadas agora, que farão um e-commerce se posicionar na frente da sua concorrência.

A seguir, temos um passo a passo único, confira e eleve o potencial de posicionamento do seu e-commerce.

1. Pesquisa de Palavra-Chave

Identificar a palavra-chave certa para o seu produto é algo fundamental, é sempre necessário escolher a palavra-chave de mais busca do produto em questão.

No entanto, conseguir fazer essa pesquisa de palavra-chave será necessária uma ferramenta de pesquisa avançada.

Hoje temos algumas opções pagas incríveis como a ferramenta de pesquisa de palavra-chave: SemRush ou até mesmo a KW Finder — essas são as duas mais utilizadas pela nossa equipe aqui na Agência WWB.

Apesar de existirem ferramentas pagas, temos outras opções gratuitas como o próprio Google Keyword Planner, ferramenta da própria Google gratuita.

Lembre-se que as palavras-chave devem ser usadas de forma natural durante o conteúdo, usá-la repetidamente no conteúdo sem nexo fará a inteligência de busca notar e seu conteúdo será penalizado.

Ter um profissional capacitado em Marketing de Conteúdo para realizar essa pesquisa, garantirá sucesso na sua produção de conteúdo.

2. Conteúdo de Qualidade

Ter um conteúdo de qualidade é simplesmente fundamental, o seu conteúdo deve ser útil para os usuários.

Não só seu produto deve ter uma descrição relevante, mas devemos sempre tentar ter um algo a mais perante a concorrência.

Se um e-commerce só possui produtos e não tem conteúdos para educar sua base de clientes sobre a usabilidade, dicas de resolução de problemas, reviews de produtos e outros tipos de conteúdo, as chances de ter sucesso será diminuída.

Saiba que o Google valoriza conteúdos informativos, bem escritos e originais.

Por isso, publicar conteúdos regularmente, assim como uma novela que passa no mesmo horário disciplinadamente, fará toda a diferença.

3. Otimização On-Page

Além da produção de conteúdo de qualidade e a escolha da palavra-chave certa, um fator extremamente importante para um e-commerce na primeira página do Google é a otimização on-page.

A otimização on-page nada mais é do que a melhora de técnicas de SEO na página em questão. A estrutura de links internos, meta tags, títulos, url amigáveis e o uso adequado de palavras-chave fazem parte da estrutura on-page.

Além dos detalhes on-page mencionados anteriormente, um fator que faz a diferença no SEO é a velocidade de carregamento das páginas de um e-commerce, ser responsivo e amigável para dispositivos móveis é outro fator importantíssimo.

4. Otimização Off-Page

Enquanto otimização On-Page quer dizer dentro da página, a otimização Off-Page é o contrário disto, é uma otimização fora da página.

Para fazer uma otimização off-page é necessário trabalhar a construção de links externos, links de qualidade apontando para o seu site.

Links de nível de qualidade superior pode aumentar a autoridade de um site aos olhos do Google, esse continua sendo um forte fator de ranqueamento.

Essa é uma parte extremamente importante para posicionar um ecommerce na primeira página do Google e que a maioria dos negócios não utiliza, aproveite para usar e otimizar o SEO do seu site.

5. Presença nas Redes Sociais

Já não é mais novidade de que o Google e as redes sociais se comunicam entre si, estar presente nas redes sociais com as informações da sua empresa é essencial.

Usar as redes sociais como uma forma de compartilhar o seu conteúdo vai fazer a diferença do posicionamento de um site e isso é certo.

Além disto, já não é mais novidade que está sendo dito que as redes sociais são novos motores de busca.

Um estudo realizado pelo vice-presidente do Google, Prabhakar Raghavan, sugere que as gerações mais jovens estão causando essa mudança com sua necessidade por conteúdo visual.

Com base em seus estudos, Prabhakar descobriu que quase 40% dos jovens entre 18 e 24 anos, usam o Instagram ou TikTok quando querem pedir algo para almoçar, por exemplo.

Então, em resumo, estar nas redes sociais não só fortalecerá um e-commerce, mas também será uma forma de se posicionar em outros novos tipos de mecanismos de busca, as redes sociais.

6. Experiência do usuário

Focar na experiência do usuário é um fator primordial para garantir um e-commerce na primeira página do Google.

Um site precisa ser fácil de navegar, ele precisa ter um designe atrativo, leve, intuitivo e organizado para os visitantes.

Um site rápido é um fator de ranqueamento poderoso, usar plugins como, WP Rocket, pode fazer total diferença na otimização do site.

Para ranquear um e-commerce na primeira página do Google, é preciso ter um site otimizado, rápido e fácil de navegar.

7. Análise e Monitoramento

Usar ferramentas que mostram o desempenho de um site é fundamental para acompanhar as melhorias e os ajustes necessários.

Uma coleta de dados não só serve para medir se um site está crescendo, mas também servirá para analisar onde estão os erros que podem estar fazendo um site ficar para trás nas pesquisas.

Ferramentas como: Google Analytics e o Google Search Console, vão fazer a diferença em um site, enquanto o Google Analytics entrega métricas de acesso, práticas do usuário e intenções do usuário, entre outras coisas.

O Google Search Console traz o posicionamento de artigos do blog, dos produtos, tem vínculo com o sitemap e mostra erros possíveis no site.

Manter um site sendo monitorado pelas ferramentas certas é fundamental para posicionar e manter posicionado nas primeiras páginas do Google.

Entretanto, não parou por aqui, veja mais algumas dicas que vão fazer a diferença nas próximas sessões.

como deixar minha empresa na primeira pagina do google

Como deixar minha empresa na primera página do Google?

Obviamente existem outros métodos e complementos para as dicas anteriores, então fique atento e aplique todas as dicas possíveis para trazer o melhor resultado para o seu e-commerce na primeira página do Google o mais rápido possível.

Apesar de SEO envolver tempo e técnicas avançadas, aplicando as dicas a seguir um site de qualquer nicho poderá conseguir as primeiras posições do Google.

A combinação das estratégias que ensinaremos, será a chave para ter sucesso e conseguir um bom ranqueamento de um produto, serviço ou conteúdos do seu ecommerce.

1. Cadastre-se no Google Meu Negócio

Ter cadastro no Google Meu Negócio é fundamental para ter sucesso na venda de produtos ou serviços.

Ter um ponto de venda físico e um site não é o suficiente para ter os melhores resultados possíveis para um negócio, por isso cadastrar o seu negócio no Google fará não só você conquistar a primeira página, como ganhará prioridade na sua localidade, baseadas em geolocalização (inteligência do Google).

O mais bacana de tudo é que este é um serviço gratuito, além da sua loja sendo destacada, a localidade da mesma será marcada do Google Maps.

Veja também: Como trabalhar com E-commerce: começando do jeito certo.

2. Crie Descrições de Produtos Únicas e Completas

Criar descrições para um produto com excelência é para poucos, até grandes varejos erra nesta parte e é aí que você entra.

Mesmo que você esteja em um mercado extremamente competitivo, trabalhar no erro do concorrente é uma boa estratégia.

Veja abaixo dicas essências para manter uma boa descrição de produtos únicas, completas e perfeitas:

  • Tenha imagens claras que mostram o produto em vários ângulos;
  • Estruture bem o conteúdo da descrição e use títulos e subtítulos;
  • Pesquisa bem a palavra-chave mais buscada do seu produto em questão;
  • Use palavras-chave de cauda longa e posicione mais rapidamente seus conteúdos.
  • Facilite a leitura e compreensão do texto;
  • Inclua vídeos tutoriais em seus conteúdos e produtos;
  • Crie conteúdos nas descrições de produtos de forma única, jamais copie o concorrente;
  • Procure mais informações relevantes sobre o seu produto junto ao fabricante;
  • Veja o que os maiores concorrentes estão fazendo e bole uma estratégia para unir o melhor de cada um e deixar a sua descrição do produto maior, melhor e mais atrativa;
  • Elabora conteúdos com tópicos, inter-títulos e categorias;
  • Faça linkagem para outros produtos pertinentes ao produto da descrição em questão e mantenha o seu cliente no site, além de vender novos itens facilitando a vida do seu cliente no seu site.

3. Invista em boas imagens

Quando você entra no IFood e não vê fotos reais de uma comida gostosa ou não consegue observar as fotos de uma lanchonete em questão, você se sente a vontade para adquirir aquilo que tanto quer comer e deseja? Acho que não.

Por isso ter boas imagens é fundamental. As pessoas compram também com os olhos e ter imagens de alta qualidade faz o seu comprador confiar em você.

Bata suas próprias fotos dos produtos em alta resolução ou pegue imagens sem marcas d’água da concorrência, ou até mesmo do seu fornecedor, mas lembre-se, as imagens são importantes demais para ter uma péssima qualidade.

Outra dica é usar o campo texto alternativo da imagem, não esqueça de usar a sua palavra-chave principal e outras palavras-chave do seu produto nas imagens.

4. Aguce seu público para avaliações positivas

Muitos consumidores hoje usam a internet para buscar opiniões sobre um produto. Desta forma, é importante você se atentar a isso e implementar uma forma de avaliação de produtos no seu site.

O algorítimo do Google considera avaliações e comentários como fatores de ranqueamento do Google, porque envolvem confiança e engajam pessoas.

5. Use a Ferramenta de Vendas do Google, o Google Shopping

Ter clientes vindo de todos os lugares para comprar o seu produto é uma prática no mínimo inteligente, por isso manter o seu site no Google Shopping e colocar os seus produtos, ali vai fazer a diferença.

Além de um tráfego orgânico para o seu e-commerce, imagine vendas vindo de outros canais todos os dias.

Na ferramenta Google Shopping os preços dos produtos do seu e-commerce já ficam incorporados, além de ganhar prioridade em pesquisas específicas do Google.

Desta forma você está tendo duas formas de busca do Google, uma orgânica na pesquisa tradicional e outra na aba Google Shopping.

Para conseguir cadastrar a sua loja, basta acessar a plataforma Google Merchant Center, onde eles pedirão uma conta cadastrada no Google Ads. As próximas partes são mais técnicas, caso não consiga efetivar, contrate um profissional que faça isso para você.

Saiba também como fazer a divulgação de produtos para o seu negócio gastando pouco dinheiro de forma efetiva e simples.

Leitura indispensável:

6. Aposte nas Meta Tags e Padronize as URLs

A forma que você nomeia a URL de uma página específica é um ponto extremamente relevante para posicionamento nos mecanismos de busca. Por isso, ter uma slug – slug e url possui o mesmo significado, usando a palavra-chave principal do seu produto é fundamental.

Perceba que neste conteúdo que você está lendo agora, usamos a slug “ecommerce-na-primeira-pagina-do-Google” porque ela é nossa palavra-chave principal. Faça o mesmo nas suas páginas de produtos.

Outro aspecto que deve ser levado em consideração é o uso de meta tag de descrição, sempre criado de forma original, é claro.

Com a meta tag o usuário consegue ter uma prévia da página em questão, facilitando a sua busca. Isso melhora a experiência do usuário e faz parte das práticas de posicionamento do Google.

7. Conte sempre com Ajuda Profissional

Ser empresário não é brincadeira e ter tempo para aprender sobre SEO e sobre Marketing de Conteúdo levará muito tempo e esforço contínuo, até que ponto você consegue fazer isso?

Escolher uma agência capacitada como a Agência de Conteúdo WWB é fundamental, profissionais especialistas no que fazem trazem uma diferença absurda nos resultados.

Tempo é algo extremamente valioso e perder tempo aplicando práticas erradas é algo que nunca queremos que você passe, pois a perda de tempo será multiplicada em várias vezes.

Entre em contato conosco e faça uma cotação de Consultoria de SEO, assim você terá um site todo sendo cuidado por especialistas que vão fazer você estar nas primeiras posições do Google em muito menos tempo.

Conclusão

Hoje aprendemos o passo a passo para deixar um ecommerce na primeira página do Google, mesmo que você esteja começando agora com a sua loja virtual.

Se voltarmos há alguns anos, era muito mais fácil ter produtos ou serviços posicionados nas primeiras páginas dos mecanismos de busca.

Pós-pandemia as coisas mudaram, o mercado está extremamente aquecido e nichos menos competitivos estão se tornando cada vez mais difíceis de ranquear.

Conte com a nossa ajuda profissional, com uma equipe capacitada e completa, você pegará um atalho gigantesco, conseguindo ver resultados sólidos nos primeiros 3 meses de trabalho.

SEO é um trabalho contínuo e se você ainda não começou a aplicar no seu negócio, está deixando dinheiro na mesa e com certeza seus concorrentes estão aproveitando essa oportunidade.

Chega de perder tempo com resultados mínimos, nossa Agência de SEO pode ajudar a alavancar a sua loja virtual, conseguindo fazer o seu ecommerce aparecer nas primeiras posições do Google, mesmo se seu site for novo.

Inscreva-se
Notificação de
guest
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários
Rolar para cima

Espero que este artigo tenha te ajudado.

Se você quiser que minha equipe da Agência WWB o ajude a obter mais tráfego, basta agendar uma ligação agora mesmo.