Live Commerce no Brasil: O Fenômeno em Ascensão Explicado!

Você já deve ter ouvido falar, atualmente, sobre os termos: “Live Commerce, Live Shopping e Live Streaming.

O comércio vêm se reinventado e cada vez mais evoluindo, conforme o mercado muda e se transforma.

No cenário atual do e-commerce, a integração entre as tradicionais práticas de venda online e o envolvente mundo dos vídeos ao vivo tem revolucionado a maneira como os consumidores interagem com as marcas e realizam suas compras.

Seja muito bem-vindo ao universo do “Live Commerce”.

Onde explicaremos exatamente o que é, como fazer live commerce, quais as melhores plataformas, quais empresas praticam melhor essa estratégia e como você pode copiar como um artista todas as melhores práticas deste novo modelo de vendas que pode transformar o futuro do seu negócio digital.

O Que é Live Commerce?

O Live Commerce é mais do que apenas uma transmissão ao vivo. É a fusão entre a venda online e o poder do vídeo em tempo real.

Imagine combinar a eficiência do e-commerce com a interatividade da TV ao vivo.

Aqui, vendedores, influenciadores ou mesmo o fundador da marca, apresentam produtos em transmissões ao vivo, enquanto os consumidores têm a oportunidade de fazer perguntas, interagir e, claro, comprar — tudo isso em tempo real e do conforto de suas casas.

Acredito que um dos maiores exemplos de vendas neste estilo, é a empresa Shoptime, onde o grande destaque era o famoso Ciro Bottine.

Ao contrário do Live Commerce, a Shoptime pratica o TV Commerce, mas a ideia por trás, é a mesma, vender algo de forma diferenciada e que traga uma combinação de humor, comunicação persuasiva e apresentação de produtos de forma única.

Leia também:

Por Que o Live Commerce é a Revolução do E-commerce?

O Live Commerce não só é a revolução do e-commerce, como também é uma forma de potencializar as vendas da sua loja virtual.

Veja por que o live commerce é a nova transformação do mercado:

  • 1. Aceleração das Vendas: o live commerce tem o poder de expor produtos a milhares de espectadores em minutos, acelerando o ciclo de vendas.
  • 2. Estímulo à Compra por Impulso: ao participar de um evento exclusivo, com ofertas limitadas, os clientes sentem-se mais inclinados a tomar decisões de compra imediatas.
  • 3. Promoção do Engajamento: conteúdos em vídeo, especialmente ao vivo, tendem a engajar mais do que outros formatos. Pessoas são duas vezes mais propensas a compartilhar vídeos do que anúncios estáticos.
  • 4. Fortalecimento da Consciência de Marca: quando os consumidores veem a face por trás da marca ou influenciadores de confiança usando seus produtos, a identificação e a lembrança da marca são fortalecidas.
sr botine shoptime live commerce
Nesta época ele ainda tinha cabelo, o cara sempre foi o mestre das vendas — Fonte Shoptime

Histórico do Live Commerce no Brasil e no Resto do Mundo

A tendência do live commerce disparou inicialmente na China.

Empresas como a Alibaba já estavam explorando esse modelo com imenso sucesso já em 2016.

No entanto, falando de vendas no Brasil, podemos até traçar paralelos com práticas mais antigas, como as redes de compras na TV dos anos 90, como o Shoptime, fudada em 1995.

Com certeza o Shoptime é o maior exemplo de sucesso de vendas, através de um programa de TV, principalmente por conta do seu melhor vendedor, o Ciro Botine.

O Sr. Botine, sempre foi um mestre das vendas e ele tem muito a nos ensinar sobre a comunicação ideal do Live Commerce.

Leia também:

Principais Tendências do Live Commerce para 2023 e Além

Conheça as principais tendências do live commerce, no cenário atual:

1. Sessões de Perguntas e Respostas ao Vivo (Q&A)

Esta tendência permite uma interação direta entre a marca e os consumidores.

Os telespectadores podem enviar suas dúvidas e receber respostas instantâneas, o que agrega valor à experiência de compra.

Exemplo: a Natura, grande empresa de cosméticos, frequentemente realiza sessões de Q&A em seus eventos ao vivo, onde os especialistas respondem dúvidas sobre os produtos, composição, benefícios e utilização.

Dica: para maximizar a eficácia destas sessões, tenha uma equipe preparada para filtrar e responder às perguntas mais relevantes.

2. Omnicanal Live Streaming

Integrar a experiência do cliente em múltiplas plataformas (marketing omnicanal), garante que ele tenha uma jornada de compra consistente e fluida.

Exemplo: a Magazine Luiza, com seu super app e integração de canais físicos e digitais, promove eventos de live shopping que engajam o público tanto no aplicativo quanto em redes sociais.

Dica: certifique-se de que a transição entre os canais seja suave, permitindo, por exemplo, que um produto adicionado ao carrinho no Instagram possa ser finalizado no site da empresa.

3. Videochamadas Um-para-Um

Esse formato permite um atendimento personalizado, ideal para produtos de luxo ou que exijam uma explicação mais detalhada.

Exemplo: a Vivara, conhecida joalheria, tem a opção de atendimento personalizado, onde especialistas apresentam joias exclusivas em detalhes para potenciais compradores.

Dica: treine sua equipe para oferecer um atendimento de alto padrão, focando nas necessidades e desejos do cliente.

4. Marketing de Influenciadores

A colaboração com influenciadores pode ampliar significativamente o alcance e a interação durante as transmissões.

Exemplo: a Riachuelo frequentemente se associa a influenciadores digitais para lançamentos de coleções especiais, realizando lives que atraem milhares de espectadores.

Dica: escolha influenciadores que tenham sinergia com a marca e que possuam um público engajado.

5. Discussões Ativas via Chat Ao Vivo

O chat ao vivo mantém o público engajado e permite uma conexão mais profunda com a marca.

Exemplo: a Amaro, marca de moda online, em suas lives, incentiva ativamente a participação do público, com uma equipe dedicada respondendo comentários e interagindo em tempo real.

Dica: incentive o uso de emojis, perguntas e promoções exclusivas para manter o chat ativo e envolvente.

6. Compras em Realidade Virtual:

A realidade virtual proporciona uma experiência de compra imersiva, permitindo que os consumidores “entrem” em ambientes virtuais.

Exemplo: a Via Varejo tem experimentado com tecnologias de realidade aumentada em seus aplicativos, permitindo que os consumidores visualizem móveis e eletrodomésticos em seus próprios espaços antes de comprar.

Dica: para uma experiência de RV bem-sucedida, é crucial garantir que a interface seja intuitiva e que os produtos sejam apresentados de forma realista.

Estas tendências, quando bem aplicadas, podem transformar a forma como os consumidores interagem com as marcas e fazem suas compras online.

Com a velocidade das mudanças tecnológicas e comportamentais do consumidor, é vital estar sempre atualizado e pronto para adaptar-se às novas oportunidades que surgem no mercado digital.

Leia também:

Iniciando no Live Commerce: Plataformas e Primeiros Passos

Existem várias plataformas dedicadas ao live commerce, cada uma com suas particularidades:

  • Stream Shop: ideal para empreendedores iniciantes, oferece integrações fáceis e uma interface amigável.
  • Alive.haus: mais avançada, é perfeita para quem busca recursos robustos e integrações mais complexas.
  • Mimo: conhecida pela sua versatilidade, se adapta bem a diferentes tipos de negócios.
como vender produtos ao vivo

Como Vender Produtos Ao Vivo?

Existem algumas práticas que farão você evoluir e vender melhor os seus produtos, através do live commerce, ao vivo.

Vamos conhecer e aprimorar nossas habilidades, através das dicas a seguir:

  • Conheça Bem Seu Público-alvo: saiba exatamente quem você quer atrair para sua transmissão ao vivo.
  • Familiarize-se com a Plataforma: antes de começar, saiba como operar a plataforma escolhida.
  • Ofereça Promoções e Ofertas Exclusivas: crie um senso de urgência e exclusividade.
  • Prepare um Roteiro: mesmo que a transmissão seja ao vivo, ter um plano ajuda a manter o foco.
  • Treine os Envolvidos: seja um influenciador ou um membro da equipe de vendas, eles devem conhecer bem os produtos.
  • Garanta um Estoque Adequado: esteja preparado para um aumento nas vendas.

Leia também:

A Sinergia Entre Live Commerce e Influenciadores

O poder dos influenciadores no mundo digital é inegável.

Esses profissionais têm o poder de moldar opiniões, estabelecer tendências e, mais importante para os empreendedores, influenciar decisões de compra.

Incorporá-los em sua estratégia de live commerce pode amplificar o alcance e a eficácia de suas transmissões ao vivo.

Por exemplo:

A marca de calçados e acessórios ALDO viu um aumento significativo em sua visibilidade ao colaborar com a estilista Mimi Cutrell e a estrela do TikTok, Nate Wyatt, em uma transmissão ao vivo.

Durante esta colaboração, a marca registrou 17.000 visualizações em apenas cinco dias.

Por Que o Chat Ao Vivo é um Game Changer

Um dos maiores benefícios do live commerce é a interatividade em tempo real.

O chat ao vivo permite que os consumidores façam perguntas, compartilhem feedback e interajam com a marca e outros espectadores.

  • Revisões de Produtos: os consumidores podem compartilhar suas experiências, dando a potenciais compradores uma sensação de confiança.
  • FAQs em Tempo Real: responda às perguntas frequentes instantaneamente, ajudando a eliminar barreiras para a compra.
  • Construção de Comunidade: permite que os fãs da marca interajam entre si, fortalecendo o senso de comunidade.
  • Links Diretos: forneça links diretos para produtos, ofertas e outros recursos relevantes.

Leia também:

realidade virtual e o futuro do comercio eletronico

Mergulhando na Realidade Virtual e o Futuro do Comércio

A realidade virtual (RV) e a realidade aumentada (RA) estão mudando a cara do varejo online.

Com o surgimento do metaverso e plataformas como “Meta” do Facebook, as possibilidades para o live commerce estão se expandindo.

Exemplos Notáveis:

  • Ikea: os clientes podem projetar seus quartos pessoais usando a tecnologia de realidade aumentada.
  • Gucci: entrou no universo da realidade virtual com o lançamento de um par de sapatos virtuais.
  • Taobao na China: permite que os usuários criem avatares e façam compras virtuais com os avatares de seus amigos.

Essas experiências imersivas oferecem aos consumidores uma nova dimensão de interatividade e personalização, que certamente moldará o futuro do comércio online.

Como Iniciar Sua Jornada no Live Commerce?

Aplique nossos passos práticos e se transforme em um grande profissional das vendas em live:

  1. Defina Seu Público: antes de mergulhar, saiba exatamente quem você está tentando alcançar. Pesquise seu público, entenda seus interesses e comportamentos de compra.
  2. Escolha a Plataforma Certa: se você está começando, plataformas como a Stream Shop são ideais. Para empreendimentos mais robustos, Alive.haus ou Mimo podem ser mais adequados.
  3. Planeje Seu Conteúdo: este não é o momento para improvisar com um conteúdo digital único. Tenha um roteiro claro, saiba quais produtos você destacará, que tipo de promoções você oferecerá e quais influenciadores ou membros da equipe estarão envolvidos.
  4. Promova Sua Transmissão ao Vivo: antes de ir ao ar, certifique-se de que seu público saiba sobre sua transmissão. Use e-mails, mídias sociais e até mesmo anúncios pagos para gerar interesse.
  5. Engaje Seu Público: interaja com os comentários, responda às perguntas e incentive a participação ativa. Afinal, a interatividade é o que torna o live commerce tão poderoso.
  6. Avalie e Ajuste: depois de sua primeira transmissão ao vivo, reserve um tempo para avaliar o que funcionou e o que pode ser melhorado. Use essa informação para refinar suas futuras transmissões.

Conectando o Mundo Físico ao Virtual: A Ascensão do E-commerce 4.0

Vivemos na era do e-commerce 4.0, onde a integração de tecnologias emergentes como inteligência artificial, realidade virtual e live streaming converge para criar experiências de compra dinâmicas e personalizadas.

O live commerce se encaixa nessa visão como uma fusão do tradicional-televendas com a interatividade digital.

A Shoptime, popular nos anos 90 e nos anos 2000, pode ser visto como o ancestral distante do que hoje chamamos de live commerce.

Estratégias de Engajamento ao Vivo para Maximizar as Conversões

1. A Intimidade do One-to-One Live Shopping:

Ideal para produtos ou serviços de alto valor, essa abordagem personaliza a experiência para o cliente.

Imagine um cliente potencial para uma peça de joalheria de alto valor recebendo uma demonstração privada ao vivo do item.

Esse nível de personalização pode criar uma conexão profunda, aumentando a probabilidade de conversão.

2. A Magia das Promoções em Tempo Real:

Ofertas flash, descontos exclusivos para os espectadores e sorteios ao vivo são táticas poderosas.

Essas ofertas exclusivas impulsionam a compra por impulso, aproveitando a natureza “aqui e agora” do live streaming. Ferramentas e Integrações:

O Esqueleto de um Live Commerce Eficaz

1. Ferramentas de Streaming:

Seja a Stream Shop, Alive.haus ou Mimo, a seleção da plataforma certa é crucial.

Algumas delas têm integrações com ferramentas de pagamento e de gerenciamento de clientes, tornando o processo de compra mais fluido.

2. Chat ao Vivo e Bots:

As ferramentas de chat, particularmente aquelas equipadas com bots de inteligência artificial, podem responder perguntas frequentes instantaneamente, melhorando a experiência do usuário e liberando o apresentador para se concentrar na venda.

3. Análise de Dados:

Ferramentas analíticas podem fornecer insights sobre quais produtos tiveram melhor desempenho, quais promoções atraíram mais conversões e que tipos de perguntas ou comentários eram mais comuns.

Isso pode ajudar na otimização de futuras sessões de live commerce.

O Futuro: Live Commerce no Metaverso

Com o crescimento contínuo de ambientes de realidade virtual como o “Meta” do Facebook, há um potencial inexplorado para o live commerce no metaverso.

Ambientes de compras totalmente imersivos, onde os clientes podem “caminhar” por uma loja virtual, encontrar avatares de vendedores ao vivo e até mesmo “experimentar” produtos virtualmente, podem ser o próximo grande avanço no varejo.

Conclusão Final para Empreendedores: Teste e Aprenda

Como em qualquer estratégia digital, é vital testar diferentes abordagens, analisar os resultados e adaptar-se com base no que você aprendeu.

  • Fique Atualizado: o mundo do live commerce está evoluindo rapidamente. Novas ferramentas e estratégias estão emergindo regularmente. Portanto, mantenha-se informado para não ficar para trás.
  • Invista em Treinamento: certifique-se de que qualquer pessoa envolvida em sua estratégia de live commerce, seja ela um influenciador, um membro da equipe de vendas ou um especialista em produtos, esteja bem treinada e preparada para representar sua marca adequadamente.

Em resumo, o live commerce representa uma evolução emocionante e lucrativa do e-commerce tradicional.

Ao combinar a interatividade e imersão do streaming ao vivo com a conveniência e escala do comércio online, os empreendedores têm uma oportunidade poderosa em mãos.

Com as estratégias e insights corretos, essa forma inovadora de varejo pode ser um divisor de águas para muitas empresas.

Gostou deste conteúdo?

Comente aqui em baixo sobre o que você achou, qual a sua visão sobre o tema e o que você tem feito para se diferenciar no cenário atual do live commerce.

Caso precise de mais alguma dica, deixe a sua dúvida nos comentários, teremos o prazer em lhe ajudar a evoluir nas vendas digitais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima